Together You and Me

Ideias, inspirações e criatividade, para o seu Casamento!


3 comentários

Eu já disse…

Algo parecido com “I Do”, mas na versão portuguesa! Surpreendam os vossos convidados com uma surpresa escondida nos sapatos… só os mais atentos vão perceber! Que tal colocar nos sapatos do noivo “Casas comigo?” e nos sapatinhos da noiva “Sim, siiim!” 🙂

Imagem de: http://www.etsy.com/listing/96686724/blue-i-do-wedding-shoe-rhinestone?ref=sr_gallery_27&ga_includes[0]=tags&ga_search_query=blue+wedding+shoes&ga_page=4&ga_search_type=all&ga_view_type=gallery


Deixe um comentário

Ideia simples e original – Fingerprint

Possível de adaptar para várias situações: convites, guestbook ou marcadores de mesa. Nada melhor do que utilizar as impressões digitais do casalinho.

Simples, original e bem elegante.

A imagem original foi retirada de: http://boards.weddingbee.com/topic/other-ideas-for-guest-book. 

Não se esqueçam de me contactar (togetherYandme@gmail.com) se quiserem algo dentro deste estilo para criarem a identidade do vosso casamento. Já tenho ideias a “fervilhar” para fazer isto 😉


Deixe um comentário

Moldura suspensa

Quando se pensa em organizar um casamento, há muitas ideias… algumas concretizáveis outras não. Esta ideia parece-me perfeitamente concretizável e era uma das muitas ideias que eu gostava de ter concretizado. Não levei para diante porque no meio de tanta coisa, algumas teriam que ser deixadas para trás… esta foi uma delas. Deixo aqui para que vos inspire e quem sabe… a concretizem por mim 🙂

Imagem de: http://www.stylemepretty.com/gallery/search/picture/448025?s=frame&pos=14


3 comentários

E já passaram 3 meses…

Já passaram 3 meses do dia do meu casamento. Até agora tudo corre bem. Toda a gente me dizia que os primeiros 3 meses eram os  piores (a adaptação) e até concordo… mas só sentimos o “peso” da adaptação mais recentemente, quando já “perdemos” um pouco a paciência, característica dos primeiros tempos de vida em comum, com os pequenos detalhes da vida. Mas quem disse que era fácil? Ninguém… e eu acredito 🙂 Mas cada dia que passa, não me arrependo nem um bocadinho. Só rezo para um dia encontrar o sítio onde se vende paciência e compreensão ao Kg (para mim e para ele), para guardar na despensa lá de casa 🙂